ENTREVISTA COM A PSICÓLOGA JULIA GIMENEZ- QUOD CONSULTORIA


Julia Carolina Brandão Gimenez, é psicóloga, devidamente inscrita no órgão da classe, pós-graduada em Psicologia Organizacional e do Trabalho pela Instituição de Ensino Mackenzie e Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching de São Paulo/SP.

Júlia é proprietária e fundadora da empresa Quod Consultoria a qual presta serviços de recrutamento e seleção, treinamento, avaliação e desenvolvimento de pessoas. Ministra cursos e palestras de carreira e desenvolvimento profissional, além dos projetos voluntários de educação e orientação de carreira e recolocação profissional.

Indagada sobre os motivos a que levaram a escolher a profissão de psicóloga, Júlia explica que tudo começou quando foi jovem aprendiz em uma multinacional na área de Recrutamento e Seleção de Pessoal e como teve sua primeira experiência profissional nesta área, conheceu de perto a psicologia e a rotina da área organizacional, momento o qual pode ter a certeza do que seria quando crescesse. Para Júlia, “ser psicóloga para mudar o mundo, transformar pessoas e ser uma mulher bem-sucedida”.

A ideia de criar a empresa Quod Consultoria, surgiu quando estava desempregada e não obtinha êxito nos processos seletivos a que participava. Começou então a realizar trabalhos autônomos de consultoria de carreira, sendo questionada à época de porque não ser uma consultoria. E no processo de autorreflexão sobre dos motivos pelo qual ela não conseguia uma recolocação, identificou-se com o perfil de empreendedora e já sabedora da sua criatividade decidiu colocar em prática suas ideias, assim nascendo a Quod Consultoria. Segundo Júlia, outro fator não menos importante que a motivou foi o desejo de trabalhar em uma consultoria devido ao grande número de vagas.

Quod do latim, significa, Ser, “a borboleta remete a transformação, com isso nosso objetivo é transformar o Ser, seja sua empresa ou sua vida pessoal/profissional”.


O foco principal da Quod Consultoria é cuidar do bem maior da empresa, que são as pessoas, segundo Júlia nos explica, “sendo que este cuidado se inicia no Recrutamento e Seleção, onde captamos os melhores profissionais de acordo com a cultura da empresa”.

Indagada sobre o que considera como empreendedorismo e se considerasse uma, Júlia nos responde que: “Eu considero Empreendedorismo tudo aquilo que é criativo e inovador. Em tudo há falhas, há o que ser aperfeiçoado, então o empreendedor é aquele que coloca em prática o que disseram um dia ser impossível. Sim, me considero, pois estou levando uma necessidade e um serviço para um público alvo que muitos não olham. Nossa metodologia consiste com transparência, parceria e empatia com todos, seja ele cliente empresa ou candidato, e muito desses valores se perderam devido a trabalhos automáticos e a competição de mercado. ”

Para Júlia, é muito difícil lidar com pessoas de um modo geral, “pois cada um tem sua subjetividade, interesse e sentido de vida e falta empatia -capacidade de se pôr no lugar do outro, ouvir o outro sem pré-conceitos e julgamentos”.